terça-feira, 11 de março de 2008

dia, dia

levanta no susto,
ele já perdeu a hora
e vai sair
sem tomar café.

suor no rosto,
ansioso de agora,
mesmo dormindo
ele já tá de pé.

almoça na esquina,
passeia as meninas,
talvez até pense
em sua mulher.

chega cansado,
acha até engraçado
se perder dentro
da vida que quer.

todo dia é o mesmo dia...
todo dia é o mesmo dia...
todo dia é o mesmo dia...
todo dia é o mesmo dia...

3 comentários:

CiCO disse...

versinho gostoso!

Emília disse...

livro - audio

Emy disse...

'versinho gostoso!'
'livro - audio!'
pensei parecido, achei bem sonoro! parabéns.