quarta-feira, 19 de março de 2008

Santa Puta

A príncipio a idéia de se encontrar horas sozinha num ambiente semi-conhecido, lotado de pessoas, olhares e pecados foi como um primeiro passo para a desistência... Mas promessas são promessas, pelo menos para uma garota boba que acredita e espera dos outros as mesmas reações que tem, sem notar, apesar de umas boas quedas, que existem chãos mais escorregadios que outros e sapatos menos aderentes...
Então, para não perder a coragem de transformar solidão em autosuficiência, escolhe-se a roupa mais bonita, a mais alva, a mais tentadora, a que deixe transparecer, apesar de qualquer boato, a vocação para olhar nos olhos e enlouquecer... tanto o alheio quanto o interior. Põe-se a maquiagem mais forte, que ilumine os traços do desarme, levante os cílios, corrija o imperfeito e conceda soluços vísiveis às mentes aguçadas. Após longos minutos de primeiras impressões, o que resta é a presença inacabada do que ainda será percorrido pelos ponteiros...
Infelizmente, aturar a todos após mais de seis miligramas de álcool por litro de sangue torna-se um fardo tanto quanto insuportável para uma velocidade de 100km/h numa cabeça perturbada... Por livre escolha entrega-se à sedução da perda de consciência na tentativa de criar um mundo mais agitado por algumas horas, danças menos culpadas talvez... Aquelas frutas esmagadas no copo fundo, o mau-humor de quem servia, a quantidade de açúcar, a percepção dos pequenos grãos mal misturados ao componente principal, a não familiaridade dos rostos, todos os gostos, os sabores, as provocações, os pensamentos proibidos, só pensamentos, as idéias, o movimento, a crueldade, a impaciêcia, as confissões... Uma noite metade frustrada, metade conseguida...
Sem sentimentos.

2 comentários:

cico disse...

demais, feu! estamos combinados? mila, da uma olhada nas estatisticas...
bjos

Jeniffer Santos disse...

"Por livre escolha entrega-se à sedução da perda de consciência na tentativa de criar um mundo mais agitado por algumas horas, danças menos culpadas talvez... "

e quem não faz isso?!
xD

heheh!

gostei!

=*