terça-feira, 1 de abril de 2008

li-lhe

em alguns momentos ele até que evita ler seus movimentos, pois desloca a sua rotina. mas ela é um livro incrível, cheia de clímax. está preso a todas as páginas da sua pele. envolto em seu clima. ele tem medo e pena de terminar a estória. mas ao mesmo tempo quer descobrir mais. quando ela fecha os olhos, ele observa e absorve toda a beleza de sua capa e lê inúmeras vezes os títulos de sua alma. se delicia com cada detalhe de suas orelhas, antes de molhar os dedos com a língua. quando ele fecha os olhos, ela sempre está ao seu alcance, descansada e mansa na estante de suas idéias, pronta para dançar, a qualquer instante.

3 comentários:

Fernanda disse...

muito bom!

cico disse...

poooorraa! maravilhoso esse!

Liu Lisboa disse...

tinha quase esquecido do quanto gosto de teus textos...